Blog Condomínio

Blog

Blog

Copa do Mundo no condomínio

Banner Revista

A Copa do Mundo é sempre um momento de alegria para os brasileiros, mas é importante garantir a segurança, a tranquilidade e a harmonia dentro dos condomínios.

Essa tarefa deve partir do síndico, mas cada morador deve contribuir para que o período transcorra da melhor forma.

 

Veja os pontos importantes que devem ser observados.

 

  • Uso das áreas comuns para assistir os jogos

O síndico pode abrir consulta para saber o que a maioria dos moradores deseja: assistir aos jogos de forma coletiva ou reservar espaços destinados para isso. 

Em caso de festas coletivas uma comissão organizadora pode ser montada e assim definir decoração, compra de comidas, bebidas e até mesmo aluguel de um telão para assistir aos jogos. Outra opção é cada um levar o que bebe e compartilhar comidas previamente combinadas. 

Em caso da maioria preferir reservar os espaços o mais interessante seria um sorteio entre os interessados. 

 

  • Decoração 

A decoração, tanto de janelas, varandas ou áreas comuns não pode danificar a estrutura nem os revestimentos do prédio. O síndico deve deixar isso claro bem antes da decoração começar a ser feita. 

 

  • Segurança 

O entra e sai dos condomínios costuma ser bem mais intenso nestas ocasiões, portanto a Cipa recomenda ainda mais cautela ao permitir a entrada de pessoas e grupos. Recomendamos que quem esteja esperando visitas deixe os nomes na portaria para facilitar a checagem por parte dos porteiros.

 

  • Porteiros podem assistir aos jogos?

Não recomendamos a prática de assistir televisão em nenhum dia, muito menos numa ocasião festiva como essa. O indicado é que o porteiro que estiver de serviço ouça os jogos por rádio, evitando assim distrair-se visualmente. 

Mais uma dica da Cipa é que haja um revezamento especial nestes dias para que todos os porteiros possam assistir aos jogos quando o colega trabalha. 

 

  • Fogos

O uso de fogos de artifício está cada vez menor em função da consciência das pessoas e também de leis estaduais e municipais, que já proibiram fogos que emitem barulho.  Além do perigo de se machucar e ferir outras pessoas, o barulho incomoda muito – especialmente bebês, idosos, doentes e animais.

Em relação à lei federal, o Decreto nº 10.030/2019, que aprova a regulamentação de produtos controlados pelo Exército, menciona a classe dos pirotécnicos onde se enquadram os fogos de artifício. Veja:

No § 2º, inciso IX, o decreto determina que apenas os fogos de artifício da classe D (de estampido, com mais de 2,50 de pólvora) são considerados produtos controlados de uso restrito, citando o antigo Decreto-Lei nº 4.238, de 8 de abril de 1942, que ainda segue em vigor. Este Decreto-lei é mais específico e permite, em todo o território nacional, a fabricação, o comércio e o uso de fogos de artifício, desde que sejam respeitadas as condições estabelecidas na legislação. 

Além de classificar todos os tipos de fogos de artifício, o texto estipula algumas regras, como para os do tipo A (fogos sem estampido ou que contenham menos de 20 centigramas de pólvora), cuja queima é livre, exceto próximo a portas, janelas, terraços, etc., dando para a via pública. 

Para os fogos de artifício tipo B, a queima também é proibida nos ambientes destacados acima, mas tanto dando para a via pública quanto na própria via pública. 

Dessa forma, soltar fogos de artifício do tipo A e B não são permitidos dentro do condomínio. 

 

Banner Revista
Compartilhar:
Comentarios 0 Comentários

deixe seu comentário

posts relacionados

Montar home office: 4 dicas para organizar ou decorar seu local de trabalho

Montar home office: 4 dicas para organizar ou decorar seu local de trabalho

Chega de improviso! Leia no artigo quatro dicas que vão ajudá-lo a montar home office e ser mais produtivo no trabalho!

Desocupação de imóvel alugado: entenda como funciona

Desocupação de imóvel alugado: entenda como funciona

Conhecer as regras para a desocupação de imóvel alugado ajudará o proprietário a reavê-lo sem frustrações. Veja as principais no artigo!

Quais as regras para reforma em apartamento?

Quais as regras para reforma em apartamento?

Pensando em começar uma reforma em apartamento? Antes de tirar o projeto do papel, confira essas dicas para cumprir as regras e evitar dores de cabeça!

Vizinhos barulhentos: o proprietário do imóvel pode ser responsabilizado?

Vizinhos barulhentos: o proprietário do imóvel pode ser responsabilizado?

O barulho no apartamento de cima está causando transtornos? Veja como proceder, seja você locador ou inquilino de um imóvel.

Cadastre-se em nossa newsletter e receba todas as novidades do Grupo Cipa em seu e-mail.

Close Bitnami banner
Bitnami