Blog Condomínio

Blog

Blog

INPC no mercado imobiliário: entenda como funciona e saiba mais sobre o cálculo

Banner Revista

Você saberia dizer qual a influência do INPC no mercado imobiliário? Se não, continue conosco que hoje iremos explicar de que maneira esse índice afeta a compra, venda e locação de unidades comerciais e residenciais.

Antes de tudo, é bom saber o que é, de fato, o INPC. O Índice Nacional de Preços ao Consumidor foi criado em 1979 pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e é direcionado a uma parcela específica da população ― famílias com renda entre um e cinco salários mínimos. Na sequência, você entenderá o porquê dessa métrica influenciar no mercado imobiliário. Acompanhe.

INPC no mercado imobiliário: entenda qual a influência desse índice

Na pesquisa realizada mensalmente pelo IBGE com esse grupo, o objetivo é entender o custo dos produtos e serviços consumidos pelas famílias consideradas de baixa renda. Ele, também, afere o peso que esses itens têm sobre o orçamento, sendo útil para saber como anda o poder de compra dessas pessoas.

Você pode estar se perguntando por que o INPC é medido com base nessa faixa de renda. O motivo é que a maioria delas utiliza o dinheiro para compras imediatas (alimentação, transporte e habitação, por exemplo). Isso as torna mais suscetíveis às variações de preços e, portanto, servem de base para entender o poder de compra da população geral.

No mercado imobiliário, esse pode ser um índice utilizado para calcular o reajuste do aluguel, assim como o IGP-M e o IPCA. Entretanto, os resultados do INPC servem enquanto um termômetro em relação à compra e venda de imóveis. Isso porque se mostrar que as famílias vêm enfrentando dificuldades em produtos e serviços básicos, dificilmente haverá espaço para investimentos.

Leia também: Como investir em imóveis? Confira nossas dicas.

Mas o impacto do INPC não ocorre apenas no mercado imobiliário. Ele igualmente afeta a correção do valor das aposentadorias, além de ser usado em reajustes salariais e na definição do salário mínimo.

Saiba como é calculado o INPC

O cálculo do INPC envolve diversas etapas. Veja um resumo simplificado do processo:

  • seleção da cesta de produtos: O IBGE define uma cesta que inclui alimentos, habitação, transporte, saúde, educação, vestuário, entre outros.
  • coleta de preços: pesquisas são realizadas em estabelecimentos comerciais, mercados, lojas e prestadores de serviços para obter os preços desses produtos e serviços. Essa coleta é feita em cerca de 30 mil locais, em várias regiões do país.
  • cálculo das médias ponderadas: isso se aplica a cada item da cesta. A ponderação é feita com base nos hábitos de consumo das famílias, dando maior peso aos itens mais relevantes na cesta.
  • cálculo dos subíndices: subíndices são calculados para grupos específicos de produtos, tais como alimentação, habitação, transporte etc. Eles representam as variações de preços dentro de cada grupo.
  • agregação dos subíndices: os subíndices são agrupados com suas respectivas ponderações, a fim de obter o índice geral do INPC.
  • base de comparação: o índice se calcula em relação a um período base. Geralmente, utiliza-se o mês de dezembro do ano anterior como ponto de partida.
  • cálculo da variação percentual: calculada comparando os preços da cesta de produtos e serviços no mês atual com os preços do período base. Essa variação percentual é o que representa a inflação medida pelo INPC.

O INPC no mercado imobiliário tem se tornado bastante comum na hora de definir os índices de reajuste. Isso se deve ao aumento significativo do IGP-M nos últimos anos e, uma vez que a Lei do Inquilinato não estipula um índice obrigatório, essa tem sido uma saída para que locadores e locatários cheguem a um acordo.

Então, ficou mais claro qual o papel do INPC no mercado imobiliário? Continue acompanhando o blog da Cipa Imóveis para receber os novos conteúdos!

Proteja seu condomínio e seus funcionários
Compartilhar:
Comentarios 0 Comentários

deixe seu comentário

posts relacionados

Casa ou apartamento para alugar: como decidir o que é melhor para você

Casa ou apartamento para alugar: como decidir o que é melhor para você

Na dúvida sobre alugar casa ou apartamento? Este artigo ajudará a definir a melhor opção para você e sua família. Leia na íntegra!

Montar home office: 4 dicas para organizar ou decorar seu local de trabalho

Montar home office: 4 dicas para organizar ou decorar seu local de trabalho

Chega de improviso! Leia no artigo quatro dicas que vão ajudá-lo a montar home office e ser mais produtivo no trabalho!

Desocupação de imóvel alugado: entenda como funciona

Desocupação de imóvel alugado: entenda como funciona

Conhecer as regras para a desocupação de imóvel alugado ajudará o proprietário a reavê-lo sem frustrações. Veja as principais no artigo!

Quais as regras para reforma em apartamento?

Quais as regras para reforma em apartamento?

Pensando em começar uma reforma em apartamento? Antes de tirar o projeto do papel, confira essas dicas para cumprir as regras e evitar dores de cabeça!

Cadastre-se em nossa newsletter e receba todas as novidades do Grupo Cipa em seu e-mail.

Close Bitnami banner
Bitnami