Blog Condomínio

Blog

Revista Condomínio Etc.

Na calada da noite

Banner Revista

Traças agem sorrateiramente e os prejuízos podem ser incalculáveis.

 
Sem tempo para ler? Clique no play abaixo para ouvir esse conteúdo.

 
Sabe aquela roupa novinha que você comprou e está guardada esperando a hora certa para usar? Imagina você abrir seu armário para o tão esperado dia e ela estar com vários furinhos? Esse é o momento de se perguntar se a roupa veio da loja assim e você não percebeu. Aí, ao pegar outra roupa ao lado, vê os mesmos tipos de furo. Então você imagina que algum bichinho passou por ali e fez o estrago em várias roupas.

Um misto de tristeza e revolta toma conta de você porque, depois de esvaziar o armário inteiro, nenhum bichinho deu as caras. Foi isso que aconteceu com Mariana Moraes, moradora de um condomínio na zona sul carioca. “Entrei em contato com a empresa de dedetização e eles fizeram uma visita e atestaram que aquele tipo de problema era proveniente de traças. O fundo do meu armário tem uma placa de MDF, e o técnico percebeu que havia frestas entre a placa e a parede. Aquele local ficou perfeito para que elas se alojassem e, mais tarde, fizessem o estrago”, explica.

A solução foi desinsetizar para eliminar o problema. Segundo Carlos Souza, especialista da Bonanza Soluções, empresa atuante na área desde a década de 1990, “as chamadas traças-das-roupas pertencem a um grupo específico de insetos, da ordem Lepidoptera, e são pequenas mariposas. Uma diferença marcante entre elas e as traças-dos-livros é que essas mariposas, usualmente chamadas de ‘traças-das-roupas’, possuem o desenvolvimento holometábolo, o que significa que a fase jovem é radicalmente diferente da fase adulta”.

De acordo com Souza isso é relevante, pois o problema da traça-das-roupas como “praga” se dá justamente em sua fase jovem, dado que essas mariposas em fase adulta possuem o sistema digestório atrofiado e apenas as lagartas se alimentam. “As lagartas (fase jovem) são fáceis de reconhecer: elas se deslocam pelas paredes enquanto ficam protegidas por um envoltório achatado. É dentro dessa ‘blindagem’ que a lagarta se alimenta e empupa, para logo depois se transformar em uma mariposa (fase adulta).”

O técnico da Bonanza afirma que não há estudos que sugiram que essas traças causem mal à saúde, porém, os prejuízos podem ser incalculáveis. “É importante ressaltar que as traças que ficam passeando pelos corredores e escadas dos condomínios podem migrar para dentro das unidades e causar danos em roupas, documentos importantes ou até mesmo em um livro de valor inestimável. É muito importante manter as traças longe das áreas comuns dos edifícios!

 

Alimentos para traças

 

As traças-das-roupas se alimentam de queratina. O especialista da Bonanza lembra que as adultas (mariposas) não se alimentam, o problema começa quando a fêmea coloca os ovos em alguma roupa ou pedaço de tecido que seja de origem animal, como lã, peles e casimira. “Vale enfatizar que os tecidos sintéticos, em geral, não são alvos das traças-das-roupas, uma vez que carecem de queratina, o nutriente de interesse dessas larvas.”

 

Como evitar traças

 

Prevenir ainda é o melhor remédio. E uma dica preciosa é evitar o acúmulo de papéis velhos, mantendo livros e revistas em lugares adequados e limpos. “Devemos ficar de olho em lugares escuros e úmidos, onde as traças gostam de ficar; e também é comum elas virem em caixas que trazemos das ruas”, ressalta Souza.

Outra dica é manter a limpeza em dia. “Rodapés e frestas devem ser limpos com aspirador de pó, reduzindo a disponibilidade de alimento para esses animais.” Já para as traças-das-roupas, especificamente, a etapa de prevenção “é saber onde e em que condições colocamos nossas roupas. Sabemos que elas gostam de ambientes quentes e úmidos. Portanto, deixar as roupas em locais limpos, arejados e secos é recomendável. Já as peças atacadas podem ser colocadas em sacos plásticos e depois em um freezer por alguns dias. Isso acaba matando os ovos e as lagartas infestantes”, ensina Souza.

 

Traças-dos-livros

 

Esse tipo de traça é um terror também e pertence a um dos grupos de insetos mais “primitivos” que conhecemos, visto que compartilham muitas características com os primeiros insetos que viveram há milhões de anos no planeta. Uma dessas características, por exemplo, é a ausência de asas.

O tamanho desses insetos é de pequeno a médio (0,85 cm a 1,3 cm), e a forma do corpo alongada, achatada, com três filamentos caudais e coloração em geral acinzentada faz com que sejam animais bem distintos e facilmente reconhecíveis. “São ametábolos, isto é, o estado juvenil desses insetos é muito semelhante ao do indivíduo adulto. Qualquer um que já tenha tido ou tem essas traças em casa sabe muito bem, embora intuitivamente, que são animais de hábitos noturnos. Além disso, são muito ágeis, locomovendo-se rapidamente e entrando com facilidade em frestas de móveis, armários e caixas. Gostam de ambientes escuros e de umidade.

As traças-dos-livros se alimentam de todo tipo de substância que contém amido. Em nossas residências, podem consumir roupas engomadas, cortinas, lençóis, sedas e a cola de amido dos papéis de parede. Vegetais e alimentos que contenham amido também são comida para esses animais; e, claro, como o nome sugere, pode ser uma dor de cabeça para quem tem muitos livros: são capazes de comer o amido dos livros, como a cola de encadernação, os pigmentos de tinta e o próprio papel.

 

Serviço:

Bonanza Soluções
(21) 3251-7001/3272-9005/96424-2123
dedetizadorabonanza.com.br

Banner Revista
Compartilhar:
Comentarios 0 Comentários

deixe seu comentário

posts relacionados

Segurança para todos os bolsos

Segurança para todos os bolsos

Não importa o tamanho condomínio, as empresas têm sistemas que cabem no orçamento Em 2021, a Polícia do Estado do Rio de Janeiro registrou 1.010 roubos a residências. Só... Saiba mais!

Jardins verticais

Jardins verticais

Uma dose extra de natureza Poucas coisas são tão relaxantes quanto contemplar a natureza. Essa sensação é tão agradável que nós, que estamos nas grandes cidades, fazemos questão de... Saiba mais!

Evite problemas em obras!

Evite problemas em obras!

Gerenciamento de projetos otimiza execução de processos  Você já deve ter ouvido falar sobre gerenciamento de projetos. Mas você sabe o que, de fato, isso significa? Segundo o livro... Saiba mais!

Mais segurança, menos custo: acolchoar o elevador é essencial

Mais segurança, menos custo: acolchoar o elevador é essencial

 Acolchoados protegem o meio de transporte de possíveis danos Você sabia que o Brasil possui 500 mil elevadores e metade desse número está situada no eixo Rio-São Paulo? Os... Saiba mais!

Cadastre-se em nossa newsletter e receba todas as novidades do Grupo Cipa em seu e-mail.

Close Bitnami banner
Bitnami