Blog Condomínio

Blog

Revista Condomínio Etc.

O projeto Reviver Centro e a revitalização do Rio

Banner Revista

O projeto Reviver Centro, que pretende revitalizar o Centro do Rio, convertendo imóveis comerciais abandonados em empreendimentos residenciais, foi sancionado em 14 de julho pelo prefeito Eduardo Paes. A nova lei prevê benefícios para empreiteiros com imóveis no Centro que construírem em áreas mais lucrativas da cidade.

Segundo a Prefeitura do Rio, o programa pretende promover a recuperação urbanística, social e econômica dos bairros da Região Central. O objetivo é estabelecer diretrizes para a gestão, qualificação e manutenção do espaço público e dos bens históricos de uma área de 5,72 quilômetros quadrados. “Criamos todas as condições para dar viabilidade econômica a esse processo. O projeto Reviver Centro precisa agora da força do setor privado, para trazer empreendimentos imobiliários para cá, preferencialmente residenciais. Essa é a melhor área para trabalhar, a pessoa está com a melhor vista, a 50 minutos de São Paulo (em voo do Santos Dumont) e com o VLT para se deslocar. Quando vai para casa, tem uma série de meios de transportes e uma infraestrutura pronta”, disse o prefeito.

De acordo com a nova lei, as construções da região poderão mudar o tipo de ocupação. Prédios comerciais podem se tornar residenciais ou mistos. O morador poderá ter como vizinho, por exemplo, um consultório de dentista. O modelo é usado em alguns países da Europa.

Urbanistas defendem que é preciso mudar o modelo de ocupação da região e atrair não apenas negócios, mas, principalmente, moradores.

A Associação de Dirigentes das Empresas do Mercado Imobiliário (Ademi) e o Sindicato da Construção Civil (Sinduscon) no Rio participaram, desde o primeiro momento, dos debates em torno do Reviver Centro. “Nós, do mercado imobiliário, sabemos da responsabilidade que temos, agora, de transformar esse projeto em realidade. O Centro tem todas as características para ser uma das regiões mais valorizadas da cidade porque tem transporte de massa instalado, funcionando e em ótimas condições, além de ser próximo de áreas de lazer, centros culturais e museus, que vamos voltar a utilizar”, disse o presidente da Ademi, Cláudio Hermolin.

 

 

Banner Revista
Compartilhar:
Comentarios 0 Comentários

deixe seu comentário

posts relacionados

Na calada da noite

Na calada da noite

Traças agem sorrateiramente e os prejuízos podem ser incalculáveis.   Sabe aquela roupa novinha que você comprou e está guardada esperando a hora certa para usar? Imagina você abrir... Saiba mais!

Elevadores seguros, síndicos em paz

Elevadores seguros, síndicos em paz

Tudo o que você precisa saber para manter a segurança dos elevadores do condomínio.   Você sabia que o elevador, assim como carro, trem e avião, é considerado um... Saiba mais!

Impermeabilizar é fundamental

Impermeabilizar é fundamental

Período de chuvas pode agravar infiltrações e gastos com obras emergenciais podem ser 12 vezes maiores do que a manutenção.   O concreto não é 100% impermeável, e quando... Saiba mais!

Conta de água cara demais?

Conta de água cara demais?

Talvez haja uma solução   Que a conta de água cada vez mais pesa nos bolsos dos condomínios não é novidade, mas em alguns casos, além de cara, essa... Saiba mais!

Cadastre-se em nossa newsletter e receba todas as novidades do Grupo Cipa em seu e-mail.

Close Bitnami banner
Bitnami