Blog Condomínio

Blog

Revista Condomínio Etc.

Painéis solares brilhando

Soluções completas para seu condomínio

O equipamento precisa ser limpo para garantir a eficiência

Em meio à discussão sobre se a utilização de energia solar vai ser taxada ou não, seu uso é uma realidade e certamente um caminho sem volta: energia sustentável que gera, a curto prazo, o retorno do valor investido e muita economia na conta de luz. 

O PL (projeto de lei) que trata de novas regras para a cobrança de tarifas sobre a autoprodução de energia solar estabelece isenção permanente para quem já colocou ou vai adotar placas fotovoltaicas até o fim de 2021. “Para quem já tem [as placas], está instalando ou tem parecer de acesso, não muda nada. Para sempre, porque essas pessoas fizeram o contrato quando as regras não previam as tarifas”, afirmou o deputado federal Lafayette de Andrada (Republicanos – MG).

Entre outras coisas, na proposta, além da manutenção eterna da isenção para quem já possui o sistema, está prevista uma tarifa mais branda do que a proposta pela Aneel em seu relatório em 2019. A ideia é cobrar apenas o serviço da distribuição, que equivale a 28% da tarifa cheia e de forma gradativa.

O relatório da agência de 2019 propunha, além do pagamento da distribuição, a cobrança da transmissão, bem como de encargos e perdas do sistema elétrico, o que representaria 62% da tarifa cheia. Segundo Andrada, no caso da geração distribuída local (quem tem placa no próprio telhado), a proposta é que o pagamento da tarifa comece a partir de 2022, quando os donos dessas placas pagarão 10% da tarifa da distribuição. De forma escalonada, a cada dois anos, a alíquota crescerá 20 pontos percentuais, chegando a 100% em 2032.

A expectativa é que o projeto seja apresentado ao Congresso já no início de fevereiro. Vamos aguardar as novidades.

 

Manutenção e limpeza em dia

Para quem já tem seus painéis fotovoltaicos instalados, é importante saber que a manutenção e a limpeza deles devem ser feitas para que sua eficiência não seja comprometida. A revista Condomínio etc. ouviu um especialista no assunto, Adwilson Dias Raposo, diretor da Solforu Energia, empresa pioneira em sistemas conectados à rede no Brasil, com foco 100% em energia solar fotovoltaica. A Solforu tem mais de 1.300 sistemas comercializados e instalados pelo Brasil, 2.500 parceiros cadastrados e mais de 13 mil alunos formados. São mais de 14 MWp de potência instalados. 

A empresa, ao apresentar uma proposta a um cliente, além de dirimir todas as dúvidas existentes no que tange à legislação brasileira para o setor, gera um relatório que demonstra o investimento feito pelo usuário, que contém o desembolso mês a mês e o retorno em função da instalação do sistema. A seguir, alguns esclarecimentos: 

 

Condomínio etc. – De quanto em quanto tempo um painel deve ser limpo? Isso varia de acordo com o local em que ele está instalado? Exemplo: área urbana ou área mais arborizada?

Solforu Energia – Não existe uma regra específica quanto à limpeza dos painéis. Há quem diga, por exemplo, que não há necessidade de limpeza, que a água da chuva se encarrega de fazê-lo. Mas o que observamos é que, quando ocorrem faxinas periódicas nos painéis, seu rendimento tende a ser maior em comparação com os que não são limpos. Incentivamos nossos clientes a lavarem seus painéis pelos menos três vezes ao ano.


Cetc. –
  A sujeira pode reduzir a eficiência dos painéis?

SE – Sim. As micropartículas de sujeira acumuladas em cima dos painéis criam uma película protetora dos raios solares, e o que precisamos, para que os painéis ofereçam performance, é que os painéis estejam livres dessas micropartículas.


Cetc. –
  O proprietário pode limpar seu painel sozinho ou uma empresa deve ser chamada? Que tipo de produto se usa?

SE – Não aconselhamos que o proprietário a limpe sozinho. Geralmente, por não estar familiarizado com o risco de subir em um telhado, por exemplo, acaba negligenciando o quesito segurança. Somente por esse fato não indicamos que o usuário faça a limpeza, que em si é simples.

 

Cetc. –  Deve-se evitar o horário com muito sol para proceder à limpeza?

SE – Sim, evitamos os horários de pico do sol para limpar os painéis. Não para sua proteção, mas pela segurança da pessoa que vai fazer a limpeza.

 

Cetc. –  O cloro presente na água pode danificar os painéis?

SE – Não. O que deverá ser evitado é o uso de produtos abrasivos.

 

 

 

Serviço
Solforu Energia
Tels.: (21) 99490-7229/3620-8406
www.solucionae.com.br

 

 

 

 

Banner Revista
Compartilhar:
Comentarios 0 Comentários

deixe seu comentário

posts relacionados

O projeto Reviver Centro e a revitalização do Rio

O projeto Reviver Centro e a revitalização do Rio

O projeto Reviver Centro, que pretende revitalizar o Centro do Rio, convertendo imóveis comerciais abandonados em empreendimentos residenciais, foi sancionado em 14 de julho pelo prefeito Eduardo Paes. A nova... Saiba mais!

Combos de inovação e soluções Cipa

Combos de inovação e soluções Cipa

A Cipa não para de trazer inovações e novas soluções para questões que envolvem os condomínios do Rio de Janeiro. A atuação da Cipa vai muito além de administrar... Saiba mais!

O cartão-postal dos condomínios

O cartão-postal dos condomínios

A piscina é a área de lazer mais cobiçada, por isso mesmo sua manutenção precisa estar em dia   Sem tempo para ler? Clique no play abaixo para ouvir... Saiba mais!

Você sabe a importância de um consultor numa obra?

Você sabe a importância de um consultor numa obra?

Até mesmo os síndicos mais experientes se veem em situação complicada quando necessitam iniciar uma obra de grande porte. Isso porque um síndico, que não é especialista em obras,... Saiba mais!

Cadastre-se em nossa newsletter e receba todas as novidades do Grupo Cipa em seu e-mail.

Close Bitnami banner
Bitnami