Blog Condomínio

Blog

Revista Condomínio Etc.

Reviver Centro

Banner Revista

Programa converte hotéis em imóveis residenciais

O mercado imobiliário calcula que, hoje, no Centro do Rio de Janeiro, haja pelo menos 15 hotéis à venda, muitos com a corda no pescoço pelas dívidas. Uma tábua de salvação que se apresenta para esses espaços, alguns já fechados, é o Reviver Centro: o programa incentiva a reconversão de edifícios comerciais em residenciais em troca de benefícios construtivos em endereços nobres da cidade, como na zona sul. 

Recentemente, a Prefeitura concedeu o primeiro licenciamento do tipo a um hotel da região – o Rio’s Nice, na Rua Riachuelo, fechado há alguns anos. Ele será transformado em um edifício misto, com pavimento comercial, sobreloja e mais 11 andares de apartamentos (num total de 115), além de cobertura de uso comum.

Pelos dados da Riotur baseados no Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur), do Ministério do Turismo, há 44 hotéis no Centro, e oito encerraram suas atividades nos dois últimos anos, durante a pandemia.

 

Atrativos para mudar de rumo

O Reviver Centro foi sancionado em julho de 2021 e, desde então, contabiliza 15 pedidos de licença para a criação de moradias – quatro são para novas construções e 11 para a conversão de imóveis existentes, incluindo três hotéis. Sete autorizações foram emitidas até agora, sendo uma para o Rio’s Nice. Os projetos em trâmite somam um total de 1.719 unidades residenciais, número que já ultrapassa as 1.472 licenciadas antes da lei nos últimos dez anos.

Entre os benefícios oferecidos pela legislação estão a suspensão de dívida ativa de IPTU e da Taxa de Coleta de Lixo para os empreendimentos novos ou de retrofit, além de isenção do imposto durante a obra e desconto na entrega dos apartamentos. 

Já o instrumento Operação Interligada, que enche os olhos dos investidores, estabelece que quem erguer ou converter imóveis no Centro poderá, mediante pagamento de contrapartida ao município, fazer construções com mais pavimentos no Leme, em Copacabana, em Ipanema e em áreas nobres da zona norte, como na Grande Tijuca. Outra vantagem é a permissão para o aproveitamento das coberturas para usos como mirante, restaurante ou área de lazer, com a possibilidade de ganhar o acréscimo de um pavimento nesses casos.

Proteja seu condomínio e seus funcionários
Compartilhar:
Comentarios 0 Comentários

deixe seu comentário

posts relacionados

Guardado a sete chaves

Guardado a sete chaves

Armários inteligentes viram necessidade de segurança e organização Uma das principais preocupações dos condomínios atualmente é, sem dúvida, a segurança. O entra e sai de entregadores é um fator... Saiba mais!

Piolho-de-pombo

Piolho-de-pombo

Infestação por ácaro de pássaros pode ser evitada Apesar de o nome sugerir, os tais piolhos-de-pombo não são exclusividade dos pombos. Mais de 30 aves são parasitadas por esse... Saiba mais!

Entregadores devem subir ou não nos apartamentos?

Entregadores devem subir ou não nos apartamentos?

Uma discussão importante  Já imaginou o mundo sem os entregadores? Difícil pensar na rotina corrida do dia a dia sem aquela ajuda na entrega das compras, da farmácia e,... Saiba mais!

Sem desculpas para não malhar!

Sem desculpas para não malhar!

Academias nos condomínios ganham forma e modernidade com equipamentos alugados  Você já pensou em ter uma academia de ginástica dentro de seu condomínio, à sua disposição? Nos dias mais... Saiba mais!

Cadastre-se em nossa newsletter e receba todas as novidades do Grupo Cipa em seu e-mail.

Close Bitnami banner
Bitnami