Blog Condomínio

Blog

Revista Condomínio Etc.

Tecnologia nunca é demais

Banner Revista

Tudo o que você precisa fazer para manter seu condomínio bem longe de invasores 

 

Sem tempo para ler? Clique no play abaixo para ouvir esse conteúdo.

Não importa o tamanho do condomínio nem a quantidade de moradores. Se tem algo que todos os condomínios têm em comum é o fato de oferecer o máximo de segurança aos seus moradores. E, com a ousadia dos invasores de prédios aumentando a cada dia, é preciso tecnologia de sobra para driblar os espertinhos de plantão. 

O síndico Alexander Santos Almeida, do Condomínio do Edifício Bora Bora Hills, localizado na zona oeste carioca, é um exemplo de que investe pesado quando o assunto é manter os 500 moradores do condomínio bem longe de ocorrências desagradáveis. Para ele, manter o local seguro, que conta com 160 unidades e três blocos, vem em primeiro lugar. “Possuímos rígido controle de acesso por biometria para pessoal e tag para veículos. Além das tags de acesso automatizadas, temos o laço indutivo para saída dos veículos. Esse sistema é composto de uma borracha pneumática que fica localizada dentro do piso do condomínio. O carro cadastrado, na saída do condomínio, ao entrar em contato com essa borracha, consegue ser liberado. Somente os carros cadastrados conseguem sair com essa tecnologia. Os não cadastrados (visitantes) precisam ser liberados pelos porteiros. O custo é alto, mas é necessário”, afirma ele, que utiliza os serviços de controle biométrico Control iD, servidores virtualizados, circuito fechado de televisão (CFTV) e Wi-Fi da ABC Telecom. 

Porém, antes de escolher qual tecnologia é a mais eficiente de acordo com o perfil do seu condomínio, é necessário fazer uma análise minuciosa. “Primeiramente, é necessário estudar o local. Para tanto, realizamos uma consulta técnica. Avaliamos as necessidades do cliente, apontamos os pontos cegos e vulneráveis com o objetivo de cercar ao máximo o perímetro, evitando falhas nos sistemas de segurança. Depois desse estudo, oferecemos as opções de sistemas mais adequados, de acordo com as possibilidades do condomínio”, explica Aline Marino, diretora Comercial da ABC Telecom, que oferece os mais variados serviços: desde sistemas mais simples, como circuito fechado de HD/IP com acesso remoto e sistemas integrados com circuito fechado de TV, aos que oferecem controle de temperatura, reconhecimento facial, controle de acesso veicular e de pedestres com biometria, aproximação facial, tag, alarme com acionamento pelo celular e liberação de portas por meio de QRcode. 

Segundo Luan Oliveira, do Grupo Alffredo Soluções Multisserviços, os invasores estão cada vez mais habilidosos e inteligentes. “Cada dia que passa eles conseguem uma maneira nova de adentrar nos prédios. Por isso, oferecemos desde uma simples portaria remota 12 horas, o que não é um sistema simples, até um mais robusto, que seria o monitoramento e o gerenciamento de todo o sistema de segurança”, informa ele, acrescentando que, por intermédio desse serviço, são oferecidos comando completo das câmeras e monitoramento de alarme 24 horas por imagens, não por fotos, além do controle de acesso de pedestres e entregadores. “Nesse serviço, tem ainda o botão do pânico e a ronda virtual, em que o profissional faz a ronda periódica do condomínio, ou seja, é possível realizar, remotamente, uma gestão de segurança aos condôminos”, pontua.

Outra novidade muito buscada pelos síndicos é a defesa perimetral. Fornecida pela empresa TampasTudo, é uma concertina usada para impossibilitar o acesso por ampla proteção. “As concertinas impossibilitam a passagem, servindo como bloqueio. Sua colocação ocorre por meio de chumbadeiras, braçadeiras ou tubos e arames galvanizados. A única forma que permite o corte da concertina é com o uso de um alicate que somente o Corpo de Bombeiros possui”, afirma Washington Botelho, proprietário da empresa.

Outro ponto que deve ser levado em consideração é o treinamento dos funcionários. Para Aline Marino, todos os que trabalham no local devem estar aptos a operar os sistemas de segurança. “Existem vários cursos para que a equipe saiba como agir e lidar com qualquer ocorrência”, observa. 

O síndico Alexander Santos Almeida faz coro. Ele é adepto de treinar o máximo possível sua equipe. “Realizamos reciclagem de postura e como proceder em eventuais ‘inseguranças’”, diz ele que, nas liberações de acesso, optou por um sistema que funciona com um código: “Se digitado, o código faz soar um alarme na administração do edifício”, completa.

 

O custo da tecnologia a favor da segurança: condomínios buscam soluções integradas 

E se a tecnologia encontra cada vez mais adeptos, é natural que o síndico queira saber quanto vai investir para ter um condomínio mais seguro. Porém, o custo é variável e está relacionado com muitos fatores. “O valor que cada prédio vai desembolsar em determinada tecnologia varia de acordo com o material utilizado, com o local, o perímetro a ser instalado, por exemplo, se vai ser muro, grade, se há terreno baldio nas proximidades ou na vizinhança. Tudo vai depender da necessidade do cliente e da localidade”, adianta Washington Botelho, da TampasTudo.

Aline Marino, da ABC Telecom, diz que existem vários modelos de câmeras com custos distintos. “Nem sempre um sistema eficiente e seguro vai ter um custo alto para o condomínio. Às vezes, não é necessário nem adquirir uma câmera específica: a própria do condomínio é capaz de realizar a gestão necessária. Ou seja, os valores variam conforme a tecnologia que vai ser usada”, avisa.

Segundo Luan Oliveira, do Grupo Alffredo Soluções Multisserviços, o valor cobrado difere para cada cliente, pois existe uma gama de sistemas e possibilidades. “O valor é baseado na quantidade de sistemas a serem instalados e no tipo de tecnologia de cada um deles”, avalia ele, acrescentando que o momento é propício para investir nesses serviços. “As pessoas estão bem receptivas em relação à portaria remota e às demais soluções tecnológicas. Tanto moradores quanto a parte gestora, síndicos, subsíndicos, pessoas do conselho entram em contato. A taxa e o índice de fechamento de contrato estão em alta. E, para isso, informamos como a tecnologia pode auxiliar na segurança, mesmo não tendo um responsável na portaria. A ausência do porteiro não significa que o ambiente está desprotegido. Nosso maior diferencial é o sistema off-line. E também não precisamos utilizar fios”, completa. 

Para Washington Botelho, da TampasTudo, o ideal é fazer a junção de sistemas. “Tanto o de segurança eletrônica quanto o perimetral, por meio das concertinas, é indicado. O monitoramento e o bloqueio da passagem impossibilitam o acesso e provêm maior segurança”, opina. 

Mesmo com tantos avanços tecnológicos, a atenção deve fazer parte da rotina de todos os envolvidos. O síndico Alexander Santos de Almeida, que ainda conta com portaria automatizada, reforça outros pontos de atenção que vão além da tecnologia em si. “Deve haver reciclagem dos colaboradores, manutenção de registros de terceirizados e, principalmente, conscientização dos moradores, pois nem sempre o perigo está ‘lá fora’”, finaliza.

 

Serviço: 

ABC Telecom
(21) 98124-4744/96471-7284
abctelecomrio.com

 

TampasTudo
(21) 2585-5575/97947-1816
tampastudo.com.br

 

Grupo Alffredo Soluções Multisserviços
(21) 2018-4805/99027-5324
alffredoservicos.com.br

 

Banner Revista
Compartilhar:
Comentarios 0 Comentários

deixe seu comentário

posts relacionados

Segurança para todos os bolsos

Segurança para todos os bolsos

Não importa o tamanho condomínio, as empresas têm sistemas que cabem no orçamento Sem tempo para ler? Clique no play abaixo para ouvir esse conteúdo.   Em 2021, a... Saiba mais!

Jardins verticais

Jardins verticais

Uma dose extra de natureza Sem tempo para ler? Clique no play abaixo para ouvir esse conteúdo. Poucas coisas são tão relaxantes quanto contemplar a natureza. Essa sensação é... Saiba mais!

Evite problemas em obras!

Evite problemas em obras!

Gerenciamento de projetos otimiza execução de processos    Sem tempo para ler? Clique no play abaixo para ouvir esse conteúdo.   Você já deve ter ouvido falar sobre gerenciamento... Saiba mais!

Mais segurança, menos custo: acolchoar o elevador é essencial

Mais segurança, menos custo: acolchoar o elevador é essencial

 Acolchoados protegem o meio de transporte de possíveis danos   Sem tempo para ler? Clique no play abaixo para ouvir esse conteúdo.   Você sabia que o Brasil possui... Saiba mais!

Cadastre-se em nossa newsletter e receba todas as novidades do Grupo Cipa em seu e-mail.

Close Bitnami banner
Bitnami