Por CIPA
Em 19/07/2018
202 Views

As cores dos cômodos de uma casa podem exercer forte influência em aspectos físicos, mentais e emocionais dos moradores

Cuidado para não carregar nas tintas! Um ambiente com a cor certa pode ter efeitos em aspectos físicos, mentais e emocionais dos moradores de uma casa. Isso porque cada tom possui uma energia vibracional diferente. Não acredita? O amarelo dá a sensação de calor, o azul e o verde claros acalmam… Sem falar nas consequências que uma escolha adequada pode gerar na iluminação da residência.

Especialistas são unânimes quanto ao primeiro passo a ser tomado: o morador deve conhecer as paletas de cores que facilitam (ou não) a composição de um ambiente visual coerente. Quarto exige tintas diferentes das usadas num escritório. E a parede de uma sala de estar permite misturas que, nos outros dois espaços, são proibitivas.

Além de esquentar um local, o amarelo estimula e proporciona vivacidade. Ou seja, trata-se de uma cor ideal para áreas de estudo. “Isso porque incentiva atividades intelectuais e a criatividade. Porém, o seu uso deve ser bem dosado devido ao elevado grau de luminosidade que contém. Se isso não for levado em conta, pode-se gerar desconforto visual”, explica a professora de Decoração Básica de Ambientes Residenciais Ana Avelar.

Já cores mais frias são ideias para os quartos. Pense na qualidade do seu sono e use um azul claro ou um verde claro. Um salmão também cai bem. Essas escolhas proporcionam uma sensação melhor de conforto e de calmaria. “A sala, no entanto, é o grande trunfo do apartamento, pois podemos misturar ali mais tintas, fazer composições bacanas com os tecidos dos móveis”, afirma Ana Avelar. Ela acrescenta que, na sala, há ainda a opção do uso de paredes neutras e objetos com cores mais destacadas. Um exemplo é investir no branco com mais dois tons, no máximo.

PASSO A PASSO

  • Observe o ambiente: o tamanho que você quer e o espaço que você precisa; a utilidade a que se destina o local (receber visitas, estudo, descanso…).
  • Verifique a cor dos móveis para harmonizá-los.
  • É importante equilibrar as cores com os tons dos objetos da decoração.
  • Verifique a iluminação. Se o cômodo for muito claro, não coloque cores quentes (amarelo, vermelho, laranja). Prefira azul claro, salmão, lilás… Sempre realize o teste antes, pincelando na parede para ver se a cor é adequada.
  • Por fim, defina a paleta de cores coerente de acordo com os itens analisados.

Fonte: O Dia

Cadastre-se no NOTICIPA

:: C I P A - Condomínios, Locações, compra e venda de imóveis, seguros ::
  • Rua México, 41, 2º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ
  • +55 21 2196 5000

CIPA na Rede

Receba Notícias