Blog Condomínio

Blog

Panorama

Conta de luz sobe significativamente em julho com reajuste da bandeira vermelha

Soluções completas para seu condomínio

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) vai aumentar os valores das bandeiras tarifárias, taxa extra que é acionada quando o custo da geração de energia sobe, o que está acontecendo neste ano por causa da crise nos
reservatórios das hidrelétricas.

Os custos estão sendo calculados, e os novos valores devem ser anunciados ainda neste mês, para serem adotados a partir de julho. O aumento da taxa extra deve manter a inflação alta no curto prazo, avalia o Banco Central.

Taxa extra até novembro

Hoje são cobrados R$ 1,34 a cada cem quilowatts-hora (kWh) consumidos na bandeira amarela; R$ 4,16 na bandeira vermelha 1 e R$ 6,24 na vermelha 2. Na bandeira verde não há cobrança adicional. Pelos cálculos conduzidos pela Aneel, o novo valor da bandeira vermelha 2 deve ser de cerca de R$ 10.

Analistas do setor estimam, porém, ser necessário algo próximo a R$ 12 na bandeira vermelha 2 para que ela consiga dar conta de cobrir os custos extras decorrentes da geração de energia por termelétricas. Essa bandeira deve vigorar pelo menos até novembro, quando tem início o período úmido. “Vai ser um impacto enorme na conta das pessoas. Talvez valesse mais a pena fazer um racionamento, ainda que moderado, ou uma política de incentivo, dizendo que, se a pessoa economizar, por exemplo, 20% da conta, ela ganha desconto de 5%. Isso seria melhor porque estimularia a economia e daria um pequeno prêmio para quem fez esse esforço”, avalia o economista André Braz, coordenador de índices de preços da Fundação Getulio Vargas (FGV).

Mesmo durante o período úmido, o Governo deve manter as térmicas ligadas, o que não é o padrão. Geralmente, recorre-se às térmicas quando chove menos ou no auge do período seco.

O objetivo agora é guardar água nos reservatórios das hidrelétricas e, quando chover, fazer com que as barragens se encham, numa tentativa de evitar um racionamento em 2022, ano de eleições. O Governo rechaça a possibilidade de racionamento de energia neste ano.

A Cipa recomenda que a economia esteja na ordem do dia para que, no final do mês, o valor da conta de luz não seja uma surpresa desagradável.

 

Proteja seu condomínio e seus funcionários
Compartilhar:
Comentarios 0 Comentários

deixe seu comentário

posts relacionados

Animais que vivem em áreas externas de condomínios têm direitos garantidos por lei

Animais que vivem em áreas externas de condomínios têm direitos garantidos por lei

O direito animal é um novo ramo do direito formado por leis federais, estaduais, municipais, princípios próprios como o princípio da dignidade animal –, jurisprudência e doutrina. O direito... Saiba mais!

Secovi Rio realiza evento Panorama, com dados e perspectivas do mercado imobiliário para 2022

Secovi Rio realiza evento Panorama, com dados e perspectivas do mercado imobiliário para 2022

O Secovi Rio realizou, no dia 17 de março, mais uma edição do evento Panorama do Mercado Imobiliário. O encontro aconteceu no auditório da Fecomércio RJ, no Flamengo, e... Saiba mais!

Seguro obrigatório de condomínio

Seguro obrigatório de condomínio

Entre tantas responsabilidades, o síndico deve estar atento à necessidade da contratação dos seguros obrigatórios. Esse tema costuma gerar dúvidas e muitas aquisições inadequadas. O Art. 1.346 do Código... Saiba mais!

Assembleias virtuais em condomínios seguem para aprovação

Assembleias virtuais em condomínios seguem para aprovação

O Plenário do Senado aprovou, no dia 15 de fevereiro, o projeto de lei (PL) nº 548/2019, que permite a realização de assembleias e votações em condomínios de forma... Saiba mais!

Cadastre-se em nossa newsletter e receba todas as novidades do Grupo Cipa em seu e-mail.

Close Bitnami banner
Bitnami