Blog Condomínio

Blog

Panorama

Conta de luz sobe significativamente em julho com reajuste da bandeira vermelha

Soluções completas para seu condomínio

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) vai aumentar os valores das bandeiras tarifárias, taxa extra que é acionada quando o custo da geração de energia sobe, o que está acontecendo neste ano por causa da crise nos
reservatórios das hidrelétricas.

Os custos estão sendo calculados, e os novos valores devem ser anunciados ainda neste mês, para serem adotados a partir de julho. O aumento da taxa extra deve manter a inflação alta no curto prazo, avalia o Banco Central.

Taxa extra até novembro

Hoje são cobrados R$ 1,34 a cada cem quilowatts-hora (kWh) consumidos na bandeira amarela; R$ 4,16 na bandeira vermelha 1 e R$ 6,24 na vermelha 2. Na bandeira verde não há cobrança adicional. Pelos cálculos conduzidos pela Aneel, o novo valor da bandeira vermelha 2 deve ser de cerca de R$ 10.

Analistas do setor estimam, porém, ser necessário algo próximo a R$ 12 na bandeira vermelha 2 para que ela consiga dar conta de cobrir os custos extras decorrentes da geração de energia por termelétricas. Essa bandeira deve vigorar pelo menos até novembro, quando tem início o período úmido. “Vai ser um impacto enorme na conta das pessoas. Talvez valesse mais a pena fazer um racionamento, ainda que moderado, ou uma política de incentivo, dizendo que, se a pessoa economizar, por exemplo, 20% da conta, ela ganha desconto de 5%. Isso seria melhor porque estimularia a economia e daria um pequeno prêmio para quem fez esse esforço”, avalia o economista André Braz, coordenador de índices de preços da Fundação Getulio Vargas (FGV).

Mesmo durante o período úmido, o Governo deve manter as térmicas ligadas, o que não é o padrão. Geralmente, recorre-se às térmicas quando chove menos ou no auge do período seco.

O objetivo agora é guardar água nos reservatórios das hidrelétricas e, quando chover, fazer com que as barragens se encham, numa tentativa de evitar um racionamento em 2022, ano de eleições. O Governo rechaça a possibilidade de racionamento de energia neste ano.

A Cipa recomenda que a economia esteja na ordem do dia para que, no final do mês, o valor da conta de luz não seja uma surpresa desagradável.

 

Bem estar e segurança
Compartilhar:
Comentarios 0 Comentários

deixe seu comentário

posts relacionados

Prefeitura publica decreto sobre autorização de eventos em áreas públicas e particulares no Rio de Janeiro

Prefeitura publica decreto sobre autorização de eventos em áreas públicas e particulares no Rio de Janeiro

Foi publicado em 22 de setembro novo decreto da Prefeitura do Rio de Janeiro, sob o número 49.462, que dispõe sobre a autorização de eventos em áreas públicas e... Saiba mais!

Vendas de imóveis residenciais e comerciais crescem mais de 50% de janeiro a setembro de 2021

Vendas de imóveis residenciais e comerciais crescem mais de 50% de janeiro a setembro de 2021

Dados apurados pelo Centro de Pesquisa e Análise da Informação do Secovi Rio (Cepai) apontam que, no mês de setembro de 2021, houve aumento de 13% no número de... Saiba mais!

Light lança campanha de negociação de débitos com descontos de até 95%

Light lança campanha de negociação de débitos com descontos de até 95%

Clientes da Light em situação de inadimplência terão a oportunidade de regularizar seus débitos com a companhia com condições especiais. A empresa lançou, no dia 1o de outubro, uma... Saiba mais!

DeCAD: Prefeitura do Rio abre declaração para imóveis sem inscrição imobiliária

DeCAD: Prefeitura do Rio abre declaração para imóveis sem inscrição imobiliária

Donos de casas e apartamentos que não possuem inscrição imobiliária individualizada no Cadastro de Contribuintes do IPTU do Rio de Janeiro poderão apresentar, a partir do dia 13 de... Saiba mais!

Cadastre-se em nossa newsletter e receba todas as novidades do Grupo Cipa em seu e-mail.

Close Bitnami banner
Bitnami