Blog Condomínio

Blog

Notícias

Lançamentos e vendas imobiliárias começam a crescer

Banner Revista

Compacto, sol da manhã. Poderia ser a descrição do mercado imobiliário residencial neste fim de ano. A recuperação em vendas de unidades em estoque e um tímido aumento no valor dos imóveis — além da aposta na melhora da economia a partir de 2017 — jogaram alguma luz no mercado carioca, que começa a retomar os lançamentos. De janeiro a junho, foram vendidos 34% mais imóveis no Rio que no primeiro semestre de 2015, totalizando 4.766 unidades, mostra pesquisa da Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário do Rio de Janeiro (Ademi-RJ).

Parte desse novo fôlego vem dos lançamentos voltados para segmentos mais específicos, como solteiros e casais sem filhos, que buscam imóveis menores e com serviços. Além disso, o preço médio do metro quadrado na cidade — o mais caro do país — avançou 0,11% em setembro, a R$ 10.232. É a primeira alta desde junho do ano passado

No Rio, os lançamentos para a classe média estão um pouco melhor. E os voltados para o segmento popular têm ido bem.

O setor estima encerrar este ano com perto de R$ 3,5 bilhões em vendas no Rio, contra R$ 2,3 bilhões em 2015. Em lançamentos, foram 3.548 unidades de janeiro a setembro, ainda bem abaixo das 5.241 de igual período de 2015.

Unidades compactas e com serviços

Quando se examinam os dados nacionais, o cenário também está um pouco melhor. Em agosto, as vendas de imóveis cresceram 1,4% frente ao mesmo mês de 2015, depois de 13 meses consecutivos de queda. Em 12 meses, há recuo de 13,3%. Em agosto, subiram também os lançamentos (70%) e a entrega de novas unidades (13,8%). No entanto, o volume de distratos cresceu, 2,8%, contra uma média de 1,7% nos 12 meses anteriores.

Na fornada de projetos que estão chegando ao mercado, há um movimento claro de desenhar empreendimentos para atender a públicos específicos, com destaque para residenciais com unidades de pequeno porte, como estúdios e apartamentos de um ou dois quartos no Centro do Rio, afirmam profissionais do setor.

Os residenciais compactos e com serviços no Centro visam a fisgar jovens profissionais ou casais em busca do primeiro imóvel. Os prédios, de design contemporâneo, têm lavanderia compartilhada, bicicletário e lojas no térreo. São estúdios e unidades de um e dois quartos, com preços a partir de R$ 400 mil.

Fonte: O Globo

Banner Sete Servic
Compartilhar:
Comentarios 0 Comentários

deixe seu comentário

posts relacionados

Conta de luz até 30% mais em conta nos condomínios

Conta de luz até 30% mais em conta nos condomínios

A conta de luz do seu condomínio está sempre alta? Pois uma das maneiras de reduzir custos e de investir em uma alternativa que una eficiência energética e preocupação... Saiba mais!

Taxa de Incêndio começa a chegar para contribuintes do Rio

Taxa de Incêndio começa a chegar para contribuintes do Rio

Cobranças referentes à Taxa de Incêndio de 2020 começam a chegar às casas dos contribuintes do Estado do Rio. O vencimento, inicialmente previsto para abril, foi adiado em razão da pandemia do coronavírus. Os pagamentos,... Saiba mais!

Condomínios e síndicos mais seguros no Rio

Condomínios e síndicos mais seguros no Rio

A pandemia tem causado impactos emocionais e financeiros no país e no mundo. Com isso, os milhares de condomínios espalhados pelo Brasil também tiveram problemas de caixa. De acordo... Saiba mais!

Como organizar o seu home office

Como organizar o seu home office

O que era para ser temporário, para muitos agora será permanente. O home office, que ganhou espaço na pandemia por causa do isolamento social, precisa ser bem planejado e... Saiba mais!

Cadastre-se em nossa newsletter e receba todas as novidades do Grupo Cipa em seu e-mail.

Close Bitnami banner
Bitnami