Blog Condomínio

Blog

Notícias

Selic em um dígito trará mais concorrência e custo menor ao crédito imobiliário

Anuncie Aqui

A possível queda da taxa básica de juros, a Selic, para um dígito – conforme expectativa do mercado para a reunião do Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) da última sexta-feira será positiva para o crédito imobiliário, uma vez que pressionará para baixo o custo do segmento e trará mais concorrência entre os bancos, segundo o presidente da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip), Gilberto Abreu. “Recursos mais baratos vão voltar a irrigar o mercado de crédito imobiliário uma vez que a poupança ficará mais competitiva em relação aos fundos de investimento”, destacou, em coletiva de imprensa nesta manhã.  

De acordo com pesquisa do Projeções Broadcast realizada na última sexta-feira, 21, com 41 instituições, 39 acreditam que os juros devem passar de 10,25% para 9,25% na reunião de julho. O presidente da Abecip destacou que, embora juros de um dígito sejam positivos para o setor de crédito imobiliário, quando a Selic cair abaixo dos 8,5% ao ano permitirá crédito mais acessível e barato para o segmento, pois de forma automática passam a valer as novas regras da poupança, que tornam o instrumento mais atrativo.  

anuncio-site_venda

“Com Selic a 8%, a poupança será extremamente mais competitiva e voltará a ter fluxo importante de recursos, que contribuirá com o crédito imobiliário e traria os preço dos financiamentos para perto de um dígito ou de um dígito”, reforçou Abreu.  

Ele afirmou, contudo, que a Selic em um dígito já adiciona uma dose a mais de concorrência entre os bancos no crédito imobiliário. O próprio banco que o presidente da Abecip representa, o Santander Brasil, já anunciou uma estratégia mais agressiva para ganhar espaço neste segmento, inclusive, com redução dos juros.  

No primeiro semestre deste ano, o saldo da poupança somou R$ 525,4 bilhões, aumento de 6,5% em relação ao mesmo período de 2016. No ano passado, o aumento foi de 1,3% após recuo de 3% em 2015, segundo dados da Abecip e Banco Central.

Fonte: O Estado de S. Paulo online

Bem estar e segurança
Compartilhar:
Comentarios 0 Comentários

deixe seu comentário

posts relacionados

Conta de luz até 30% mais em conta nos condomínios

Conta de luz até 30% mais em conta nos condomínios

A conta de luz do seu condomínio está sempre alta? Pois uma das maneiras de reduzir custos e de investir em uma alternativa que una eficiência energética e preocupação... Saiba mais!

Taxa de Incêndio começa a chegar para contribuintes do Rio

Taxa de Incêndio começa a chegar para contribuintes do Rio

Cobranças referentes à Taxa de Incêndio de 2020 começam a chegar às casas dos contribuintes do Estado do Rio. O vencimento, inicialmente previsto para abril, foi adiado em razão da pandemia do coronavírus. Os pagamentos,... Saiba mais!

Condomínios e síndicos mais seguros no Rio

Condomínios e síndicos mais seguros no Rio

A pandemia tem causado impactos emocionais e financeiros no país e no mundo. Com isso, os milhares de condomínios espalhados pelo Brasil também tiveram problemas de caixa. De acordo... Saiba mais!

Como organizar o seu home office

Como organizar o seu home office

O que era para ser temporário, para muitos agora será permanente. O home office, que ganhou espaço na pandemia por causa do isolamento social, precisa ser bem planejado e... Saiba mais!

Cadastre-se em nossa newsletter e receba todas as novidades do Grupo Cipa em seu e-mail.

Close Bitnami banner
Bitnami