Blog Condomínio

Blog

Blog

Locação de imóveis residenciais: entenda o processo

Banner Revista

Sem tempo para ler? Clique no play abaixo para ouvir esse conteúdo.


A locação de imóveis residenciais é uma prática buscada por muitas pessoas que contam com uma propriedade capaz de gerar renda. Trata-se, contudo, de um processo delicado, especialmente porque envolve a necessidade de negociar com o inquilino, cumprir certas especificações e zelar pela conservação do imóvel.

Cientes dos riscos de alugar sem um intermediário, muitos proprietários buscam o auxílio de uma consultoria especializada. De todo modo, independentemente do caminho que você seguir, é imprescindível ter certo conhecimento sobre os aspectos mais importantes do processo de aluguel. Para elucidar o assunto, criamos este post.

Vamos destrinchar cada uma das etapas envolvidas nesse tipo de operação, desde o momento em que o proprietário decide alugar, até a data de devolução do imóvel. Continue lendo para saber mais!

Avaliação do imóvel

Uma vez que você decide alugar seu imóvel residencial, o primeiro passo é realizar uma avaliação para decidir o seu valor de mercado. Nesse ponto, dependendo do seu potencial de investimento, é válido realizar melhorias que agreguem valor, possibilitando uma precificação mais positiva. Aqui, equilíbrio é tudo: preços altos ou baixos demais podem assustar os potenciais inquilinos.

Por isso, é importante realizar uma pesquisa de campo para entender melhor como anda o mercado. Os preços de imóveis semelhantes e localizados nas redondezas devem ser levados em conta. Com uma avaliação justa e certeira, as chances de você alugar rapidamente crescem.

Divulgação do imóvel

Depois de definir o preço, é hora de buscar o inquilino certo. Para isso, pesquise os canais mais utilizados pelo público que você considera com potencial para alugar o imóvel. Atualmente, com o avanço da tecnologia e as mudanças nos hábitos do consumidor, o uso de recursos digitais para a divulgação tem crescido consideravelmente.

A Cipa, em parceria com o Quinto Andar, conta com uma plataforma de divulgação na internet extremamente intuitiva. O proprietário pode, com facilidade, expor os detalhes da propriedade com imagens e vídeos, facilitando a atração de interessados.

Assinatura do contrato de locação

Aqui, temos a parte mais importante de todo o processo. O contrato de aluguel é o documento que estabelece as normas da transação e formaliza a relação entre ambas as partes. O preço, os prazos de pagamento, as responsabilidades sobre danos, as multas, os reajustes… tudo deve estar claramente estipulado no contrato de locação.

Direitos e deveres durante a locação

Com o contrato assinado, o proprietário se torna responsável por realizar a entrega das chaves, garantindo o acesso do inquilino ao imóvel. Essa prática é uma das listadas na lei que especifica os direitos e deveres do inquilino. Outros pontos importantes dizem respeito às taxas administrativas, que, assim como as despesas condominiais, devem ser pagas pelo dono do imóvel.

Em contrapartida, o inquilino deve concordar em seguir estritamente as regras do condomínio e não realizar qualquer alteração estrutural no imóvel, a menos que haja autorização do proprietário. Além disso, o morador deve se responsabilizar por qualquer tipo de dano causado durante sua estada no imóvel.

Devolução do imóvel

Ao fim do período estipulado no contrato, é finalizado o processo de locação de um imóvel residencial. Na data especificada, o inquilino deve realizar a devolução formal do espaço, nas mesmas condições que existiam no início da relação. Caso seja do interesse de ambas as partes, é claro, uma extensão pode ser acertada.

É importante notar que, embora os danos causados durante o período de locação sejam de responsabilidade do inquilino, é sempre bom contar com algum tipo de respaldo. A Cipa, por exemplo, oferece cobertura para evitar que o proprietário passe por qualquer tipo de prejuízo.

A locação de imóveis residenciais é um processo burocrático, que envolve o cumprimento de diversas normas e que, certamente, guarda alguns desafios. Para muitos proprietários, por exemplo, é difícil encontrar tempo hábil para conduzir todo o processo que descrevemos ao longo do texto de forma rápida e segura. Para resolver isso, basta contar com a parceria da Cipa.

Para otimizar seu processo e começar a colher os frutos do aluguel, é importante adotar algumas boas práticas. Neste texto, separamos 5 segredos para o seu imóvel ser alugado mais rápido. Confira!

Banner Revista
Compartilhar:
Comentarios 0 Comentários

deixe seu comentário

posts relacionados

Saiba como a Cipa Imóveis te ajuda a alugar um imovel mais rápido

Saiba como a Cipa Imóveis te ajuda a alugar um imovel mais rápido

Alugar um imóvel é muito mais rápido e fácil com a Cipa Imóveis. Confira o post e veja como podemos ajudar!

O que priorizar na hora da mudança

O que priorizar na hora da mudança

O dia da sua mudança está chegando e você não sabe por onde começar? Confira este texto e descubra o que priorizar neste momento!

É proprietário de imóvel e quer alugar? Saiba como a Cipa Imóveis te conecta a um inquilino.

É proprietário de imóvel e quer alugar? Saiba como a Cipa Imóveis te conecta a um inquilino.

A Cipa Imóveis é o parceiro que você precisa para se conectar com inquilinos e alugar seu imóvel de forma prática e segura. Saiba mais!

Lei que criminaliza violência psicológica contra a mulher é sancionada

Lei que criminaliza violência psicológica contra a mulher é sancionada

Foi sancionada, no dia 28 de julho de 2021, a lei que criminaliza a violência psicológica contra a mulher e institui o programa de cooperação “Sinal Vermelho contra a... Saiba mais!

Cadastre-se em nossa newsletter e receba todas as novidades do Grupo Cipa em seu e-mail.

Close Bitnami banner
Bitnami